Home / Notícias / Acadêmica da UFPel-RS e Colaboradora do Museu Treze de Maio realizou estágio no Museu Afro-Brasileiro da UFBA – Salvador/BA
Higienização dos objetos em metal.
Higienização dos objetos em metal.

Acadêmica da UFPel-RS e Colaboradora do Museu Treze de Maio realizou estágio no Museu Afro-Brasileiro da UFBA – Salvador/BA

A Acadêmica da primeira turma do Curso de Bacharelado em Conservação e Restauro de Bens Culturais Móveis da Universidade Federal de Pelotas/RS-ICH/UFPel, Geanine Vargas Escobar realizou estágio voluntário no Museu Afro-Brasileiro da Universidade Federal da Bahia (MAFRO), no período de 6 de janeiro a 18 de fevereiro de 2011, com carga horária de 250 horas.
Geanine Vargas Escobar na Sala Carybé – Setor Religiosidade Afro-Brasileira, fevereiro 2011.

Geanine Vargas Escobar na Sala Carybé – Setor Religiosidade Afro-Brasileira, fevereiro 2011.

Setor África

Setor África

Setor Religiosidade Afro-Brasileira

Setor Religiosidade Afro-Brasileira

À convite do Prof. Dr. Marcelo Nascimento da Cunha, Museólogo e Coordenador do MAFRO, Geanine integrou a equipe do Museu para o tratamento da nova coleção pertencente ao antigo Museu Estácio de Lima, do Departamento de Polícia Técnica da Bahia. Os objetos, oriundos dos terreiros de matriz africana de Salvador foram recentemente transferidos para o Museu pela então Secretária da SEPROMI, a Secretaria de Promoção da Igualdade do Estado da Bahia, a atual Ministra da Promoção da Igualdade Racial do Governo Federal, Luiza Bairros.
equipe
Geanine foi orientada pela Mestre em Conservação e Restauro Rosário Marcelino que veio para o Brasil através de um programa financiado pelo Ministério da Cultura Português para estágios no estrangeiro na area das artes, intitulado INOV-art; pela Museóloga do MAFRO Maria Emília Neves e pelo Historiador e Mestre em Estudos Étnicos e Africanos Juipurema Sarraf Sandes, autor da dissertação intitulada “A Criação do Museu Afro-Brasileiro e a Formação de sua Coleção de Cultura Material Religiosa Afro-Brasileira”, auxiliando na revisão de literatura e nomenclatura dos objetos.
Ao centro Juipurema orientando Geanine e Rosário sobre a nomenclarura dos objetos.

Ao centro Juipurema orientando Geanine e Rosário sobre a nomenclarura dos objetos.

Destacam-se entre suas atividades a documentação, o preenchimento das fichas de diagnóstico, com a respectiva avaliação do estado de conservação, a higienização dos objetos de madeira, metal, têxtil e cerâmica e a confecção de embalagens para o acondicionamento na Reserva Técnica.
Preenchimento da Ficha de Diagnóstico.

Preenchimento da Ficha de Diagnóstico.

Higienização dos objetos em metal.

Higienização dos objetos em metal.

Confecção de embalagens.

Confecção de embalagens.

Identificação dos objetos em madeira.

Identificação dos objetos em madeira.

Higienização de têxteis.

Higienização de têxteis.

Geanine Escobar e Telma Ferreira preenchendo as fichas de diagnóstico e higienizando objetos em cerâmica e metal

Geanine Escobar e Telma Ferreira preenchendo as fichas de diagnóstico e higienizando objetos em cerâmica e metal

 

A acadêmica também acompanhou o processo de restauro de esculturas em gesso realizado pela Conservadora Restauradora Alerci Pereira dos Santos.

Geanine Escobar e Alerci Pereira

Geanine Escobar e Alerci Pereira

Utilização da câmara de ar para estabilidade na secagem da escultura

Utilização da câmara de ar para estabilidade na secagem da escultura

Tecido de linho para suporte e fortalecimento da escultura em gesso

Tecido de linho para suporte e fortalecimento da escultura em gesso

Como atividade paralela efetuou visitas técnicas ao Studio Argolo – Restaurações de Obras de Arte, acompanhada pelo Professor e Restaurador José Dirson Argolo, autor do Livro O Convento Franciscano de Cairu – Restaruração de elementos artísticos.

Processo de reentelamento

Processo de reentelamento

O Restaurador José Dirson Argolo apresenta sua publicação para Rosário, Geanine e Alerci

O Restaurador José Dirson Argolo apresenta sua publicação para Rosário, Geanine e Alerci

Processo de restauro e douramento de um retábulo

Processo de restauro e douramento de um retábulo

 

Visitou ainda, o Instituto Feminino da Bahia/ Museu do Têxtil, acompanhada pela Museóloga Ana Maria Azevedo. Durante este período teve oportunidade de participar de uma atividade educativa realizada no MAFRO pelo Grupo do Rio de Janeiro, Karingana ua Karingana: Ouvindo e Contando histórias africanas.

A programação constou de uma roda de contação de histórias yorubá, seguida de conversa com Andréa Coelho Ferreira, membro do Grupo de Estudos em religiosidade afro-brasileira Omi Age com a temática Mistério, tabus e dogmas: Tradição X Sustentabilidade nas religiões de matriz africana.

SAM_8644
Esta oportunidade de aprendizado acadêmico enriquecerá ainda mais a trajetória profissional de Geanine, que ministrará oficinas no Curso de Formação de Professores “Educação, Cultura Africana e Afro-Brasileira numa Perspectiva Curricular”, dentro do Projeto UNIAFRO/SECAD/MEC, promovido pelo NEABI, o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas, a convite do Instituto Federal Farroupilha, campus Júlio de Castilhos.
1 2

Deixar um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current day month ye@r *